Categoria: Entrevistas de Taylor Lautner

TLF_SQPC03_2

 

1 – In the beginning of this interview you said “I have a normal life”, but we know that it was not like this sometime ago. You became hugely famous since “Twilight” was released and the last saga movie was launched in 2012, in LA with thousand of fans reunited in that place. Do you remember what happened at this day?

T: I loved that day! It was the “Twilight” finale and it just all goes through your mind like a movie. Everything was so huge, so crazy… and a little bit scary. It was an amazing journey! Having a private life was so difficult, I mean to go to a restaurant or just walk the streets was kind of impossible at that time but I can’t complain at all.

2 – George Clooney says: “If you become famous when you’re too young, a lot of things will change and sometimes life is not as it used to be”. How did you deal with fame being so young?

T: I have my family and fans to keep me down to earth. Everytime I feel down, I have them to lift me up. They help me to be who I am.

3 – Do you still get in touch with the cast of “Twilight”?

T: This is kind of impossible because everyone is always busy with their lives. They’ve been working in different places all over the world. But I still get in touch with my friend Kristen. We meet as much as we can.

4 – What was the craziest situation you’ve ever been when you were promoting “Twilight”?

T: I don’t even know where to start! I have a lot of stories to tell but I’m gonna tell one of the craziest! The first one was right at the beginning of the Twilight Saga when some girls asked me to autograph their panties! We had some funny situations when we were out of USA also. In Brazil, 4.000 girls tryed to break in our hotel room! They had to call the police to take them out of the hotel. I remember a lot of crazy moments!

5 – You’ve just joined Instagram, right?

T: That’s right! I had just a Facebook page before creating this account on Instagram like 3, 4 months ago. Among me, Kristen and Robert, I was the only one who got a social media account.

6 – Why?

T: We are afraid to read things on social media that could hurt us. But I have to admit that I enjoy a lot my account in social media.

7 – How do you enjoy it?

T: Reading the comments, their feelings, their thoughts and learning how tave fun with them. Giving them good morning and sometimes I even reply some comments. Many ask me for selfies I can fulfill their requests and then I post a selfie.

8 – You are a superstar. How do you deal with all eyes on you?

T: You learn a lot of things in a short time. You learn how you can influence people with a simple act or even with some words. The fans take me too serious so I have to pay a lot of attention what I say. I am beloved by them and I want to return this love. I love helping people and sometimes I visit some hospitals. I hate seeing people suffering. I’m so grateful for being able to help them. I am a sensitive and emotional person. Actually I think I need support too because I’m too young.

9 – What does fame mean to you?

T: I don’t know exactly! It’s so cofusing… You’ll never know what’s gonna happen. I’m not worried about “fame”. I know who supports me in my private life and in my professional life. My only concern is to influence my fans in a positive way.

10 – Do you think you can get back that body you had while filming “Twilight”?

T: I was a teenager back that time in “Twilight”. I’ve been practicing sports my whole life and I’ll keep doing this but driking those awful protein shakes is out of question!

11- You join the cast of Scream Queens recently. What makes you accept this role?

T: Ryan Murphy show me some of his projects last year and I really liked them. So I told him that I would accept to work with him in the future. He is a great guy and I like everything he does. Then he invited me to join the cast and I said yes. I was flattered with his invitation!

12- Could you talk anything about this season?

T: I can’t (laughs)… this is the most different TV series you ever seen. We’ve just filmed the fourth episode and we even know what’s gonna happen on th fifth. We receive the script at the eleventh hour and then we rush to read all at once! There’s always a surprise!

13 – What is the most difficult to do: movies or series?

T: Making series is the most difficult in some aspects. When you are filming a movie, you know everything about your character and what is going to happen through the story. I don’t now what is the hardest part of doing a series… I think it’s too early to say.

14 – You play a doctor in Scream Queens and you can’t stand seeing blood. How do you deal with this situation on set?

T: That’s funny because I don’t know anything about medicine and when we were filming a surgery scene I can’t even look to the patient bleeding on the operating table even if it’s for a short time.

 

TRANSLATED BY JOYCE CRUZ, EXCLUSIVE FOR TAYLORLAUTNERMANIA.COM

TLF_SQPC03_4

É muito amor e orgulho envolvido! Durante a conferência de imprensa da segunda temporada de Scream Queens, Taylor abriu o jogo sobre seus fãs e seu amor por eles em entrevista ao site turco ”Hurriyet.com”. É tão perceptível em palavras, o quanto Taylor ama seus fãs e o quanto ele faz de tudo para agrada-los. O mesmo admitiu, que sempre lê todos os comentários feitos em fotos publicadas em seu Instagram e, ainda afirma que tenta influenciar à todos com formas positivas. Taylor citou também, sua eterna melhor amiga, Kristen Stewart. Vale a pena ler cada detalhe dessa entrevista. O site TLM traduziu essa entrevista com todo amor e carinho para vocês! Não foi tão fácil, já que ela estava toda com o idioma Turco, mas, tivemos pessoas maravilhosas que nos ajudou a entender cada detalhes das palavras. Leia com toda a atenção do mundo!


 

1- Você começou a entrevista dizendo, ”Eu tenho uma vida normal”, mas sabemos que nem sempre sua carreira foi tão normal assim. A sua fama começou a prosperar após o sucesso da ”Saga Crepúsculo”, que teve um número extraordinário de fãs. O último filme da saga, que eu me lembre, foi lançado em 2012, e a Premiere foi realizada no Nokia Theater, em Los Angeles. Daí, milhares de fãs, ficaram abrigados em todo o local. O que você pode nos contar sobre suas lembranças desse dia?

 Foi um grande dia! Crepúsculo chegou ao final, e estávamos em um momento onde  passava vários filmes em nossas cabeças. Tudo tão grande, tão magnífico, tão louco … e um pouco assustador, foi uma jornada incrível e emocionante. Certamente, a vida privada era algo difícil de lidar. Ir ao cinema, sair para jantar ou andar a pé nas ruas, era algo impossível naquela época. Mas, apesar de tudo, eu apreciei cada minuto disso.

2- George Clooney disse: ”Se você ingressa no mundo da fama precocemente, muitas coisas vão mudar, e às vezes a vida não é a mesma que antes”. Como você lidou com toda essa sua fama precoce?

Minha família e meus amigos sempre estiveram lá por mim. Quando eu me deparo com um momento ruim ou quando eu estou para baixo, minha família está sempre lá para me levantar de novo. Eles sempre me ajudam a ser quem eu realmente sou.

3- Você ainda têm contato com seus colegas de elenco da ”Saga Crepúsculo”?

 Então, isso é meio impossível. Porque todo mundo anda muito ocupado. Eles estão trabalhando em diversos lugares diferentes ao redor do mundo. Mas a pessoa que eu nunca perdi o contato, é a minha melhor amiga, Kristen Stewart… Nós estamos sempre em contato um com o outro,  nos vemos muito, mesmo que seja rápido, mas estamos sempre juntos.

3- Qual foi a coisa mais louca que aconteceu durante essa jornada de Twilight?

Por onde eu começo…. Bem, eu tenho muito para contar! Mas vou citar alguns acontecimentos bem doidos. O primeiro foi bem logo no começo, quando algumas meninas colocaram o bumbum para fora na minha frente, pedindo para que eu assinasse suas calcinhas. E isso foi estranho demais para mim (risos). Eu também tive viagens com aventuras divertidas e doidas. Uma vez Kristen e eu fomos para o Brasil, e lá havia aproximadamente 4.000 garotas tentando invadir o quarto do nosso hotel. Mas, chamaram a polícia e conseguiram colocar todas para fora. Eu tenho muitas lembranças de momentos doidos.

4- Você ingressou nas redes sociais há pouco tempo, não é mesmo?

 Correto! Antes eu só tinha uma página oficial no Facebook. Depois eu ingressei no Instagram, há aproximadamente 3 ou 4 meses atrás… Na época de Twilight, entre Rob e Kristen eu era o único que possuía uma conta em uma rede social.

5- Por quê?

Porque existia muitas coisas  (nas redes sociais) que realmente iria nos machucar. Mas, eu admito, me divirto muito nas minhas redes sociais.

6- E como você se diverte?

Lendo as opiniões dos meus fãs, seus sentimentos, seus pensamentos e aprendendo a como me divertir com eles. Dar bom dia a eles, às vezes responder algum comentário. Muitos me pedem selfies, e às vezes eu posso atender seus pedidos e então publico uma selfie.

7- E você cresceu bem rápido em sua carreira, e como é que é lidar com todas as pessoas?

Bem… você aprende muitas coisas em pouco tempo. Você aprende a influenciar as pessoas, com apenas um ato ou até mesmo com palavras. Meus fãs levam a sério o que eu faço, então eu sempre presto a atenção no que eu digo. Eu sou muito amado e também quero retribuir esse amor. Eu amo muito ajudar outras pessoas, muitas vezes eu visito alguns hospitais. Eu sinceramente, odeio ver as pessoas sofrerem. Eu sou muito grato em ter condições de poder ajudá-las. Sim, eu cresci muito rápido, sou uma pessoa emotiva e sensível. Eu também preciso de ajuda e apoio, porque eu ainda sou muito jovem, na verdade.

8- Então, o que significa fama para você?

 Eu não sei dizer! É algo meio confuso. Você nunca sabe o que realmente vai acontecer. Eu tenho algo em mim que não tem essa preocupação com ”fama”. Eu sei quem é que está me apoiando, tanto na minha vida privada, quanto na minha profissional. A única coisa que eu me preocupo muito, é influenciar meus fãs de uma forma positiva.

9- Você foi um lobisomem musculoso até o final da ”Saga Crepúsculo”, e você acha que ainda pode manter o físico de antes?

Eu tinha em torno de 16 a 20 anos de idade, durante toda a minha jornada em ”Crepúsculo”, e eu sempre pratiquei muitos esportes na minha vida…. ”Eu vou continuar praticando esportes até o fim da minha vida, mas eu não vou beber mais esses  shakes horríveis de proteína,” sempre dizia. Mas, depois de um certo tempo, eu comecei tudo de novo (risos). Vou continuar firme somente nos esportes, por enquanto…

 

10- Você fez uma transição do mundo do cinema para o mundo da televisão. Após um papel em uma série de sucesso, você pretende selecionar mais seus novos papéis?

 Claro que sim… porque eu sou muito determinado no que faço, eu digo a mim mesmo; ”Eu posso fazer melhor que isso ou muito além disso”.  Após o término de ”Twilight”, eu disse a mim mesmo, que iria enfrentar todos os meus medos e iria experimentar coisas diferentes. E depois de um tempo eu consegui vencer todos os meus medos e inseguranças. As pessoas sempre irão lembrar de mim por ”Crepúsculo”, mas eu tento mostrar a eles, outros personagens, é por isso que eu estou seguindo algumas direções diferentes. E com certeza essa foi a razão para eu aceitar alguns papéis cômicos. Eu realmente quero mostrar minhas direções diferentes.

11- Você entrou para o elenco da segunda temporada da série ”Scream Queens”. Como você aceitou tudo?

No ano passado, Ryan Murphy, me sugeriu alguns projetos, e eu realmente gostei, e disse que aceitaria trabalhar com ele no futuro. Eu disse a ele que o conhecia e admirava muito o seu trabalho. Então, logo veio a ideia de me colocar no elenco. Eu aceitei tudo de primeira. Ryan prometeu que faria o melhor possível para mim e, eu me senti verdadeiramente honrado.

12- Você pode ceder algumas dicas dessa nova temporada?

Não (risos)… essa série é a mais diferente da TV. Vamos dizer assim, nós já terminamos de gravar o quarto episódio, e nós ainda não tivemos nenhum tipo de informação sobre o que acontece no quinto episódio. As outras partes do roteiro são distribuídas em cima da hora, eles nem sequer nos envia por e-mail. Então, todo mundo corre para seus lugares e se afoga nos scripts para matar a curiosidade. Há sempre uma surpresa, há sempre um cenário diferente. Realmente, é muito divertido.

13- Fazer série ou filme, qual desses é o mais difícil?

 Bem, em alguns aspectos, o mais difícil é fazer uma série. No filme, você sabe mais sobre os personagens, tipo, a forma como eles são e a evolução deles já está tudo planejado em sua mente. Mas, o lado mais difícil em atuar na TV… eu ainda não vou dizer, é meio  cedo para falar!

14- Você disse que realmente não gosta de ver sangue, mas você está atuando como um médico na série. Como é ter que lidar com isso?

É bem engraçado. Eu sou um pouco tímido, eu odeio ver sangue  e não tenho muito conhecimento na área da medicina. Estamos filmando uma cena, e dizem que é uma cirurgia, e eu mal posso olhar pro paciente sangrando em cima da mesa, embora seja por pouco tempo. Mas é o meu trabalho, tenho que enfrentar tudo isso sempre!

 

Entrevista feita pelo site: Hurriyet.com

TRADUÇÕES EXCLUSIVAS DO SITE TAYLORLAUTNERMANIA.COM, TODOS OS CRÉDITOS DEVEM SER CEDIDOS AO SITE.

 

 

 

 

 

Via

Confira mais fotos do Taylor Lautner na Press Conference da série Scream Queens (HQ):

tlf_sqpc03_14tlf_sqpc03_9tlf_sqpc03_6tlf_sqpc03_3tlf_sqpc03_21tlf_sqpc03_13tlf_sqpc03_23tlf_sqpc03_17tlf_sqpc03_24tlf_sqpc03_25tlf_sqpc03_10tlf_sqpc03_4

 

Via

sq_tlm_portrait tlm_sq_portrait_

Via

00000001

Taylor Lautner cedeu uma entrevista ao site ”Wonderwall.com”, durante a conferência do filme ‘Run The Tide’, ele contou tudo sobre como foi desafiador e assustador para aceitar esse papel, além de abrir seu coração e falar sobre sua relação com sua irmã mais nova e a lembrança de viagem que mais marcou sua vida. Confira a entrevista completa:

ENTREVISTA AO WONDERWALL:

Prepare-se para o papel mais assustador de Taylor Lautner! Não, não é o terror/comédia Scream Queens ou outro confronto entre vampiros e lobisomens. O ator de Twilight aparecerá em seu primeiro grande papel de protagonista em um drama em Run The Tide, que já está nos cinemas e também é encontrado em On Demand. No filme, o ator de 24 anos, é um jovem que é encarregado de criar seu irmão mais novo, enquanto sua mãe cumpre uma sentença de prisão. Quando ela é liberada, Rey sequestra seu irmão e cai na estrada para a Costa da Califórnia, em vez de entregá-lo.

Wonderwall.com encontrou-se com o Taylor a caminho do lançamento para obter o porquê o projeto “aterrorizou” ele, como ele canalizou seu relacionamento com sua irmã mais nova para dar vida ao Reymond. O que ele tentou ensiná-la sobre ser (des)agradável, por que ele não tem certeza do que o aguarda futuramente e muito mais. Continue lendo…

 

Taylor sobre por que ele quis fazer Run The Tide: Quando eu comecei a ler o roteiro, fiquei imediatamente atraído por ele. Eu podia apenas sentir que o escritor tinha colocado seu coração naquele projeto, é baseado em fatos de sua vida. Eu simplesmente me apaixonei pelo personagem, todos os personagens e suas viagens. E eu sabia que seria extremamente desafiador para mim e muito diferente de tudo que já fiz. Para ser honesto, me assustou dizer sim para esse papel, eu não tinha certeza se seria capaz de fazê-lo. Mas isso foi o que me atraiu para ele. Então eu só segurei minha respiração e fui.

 

Por que é importante assumir papeis que o desafiam: Você nunca vai crescer e descobrir coisas sobre si mesmo se você não se desafiar e apenas ficar em sua zona de conforto. Eu descobri recentemente que nos últimos dois anos eu tenho escolhido coisas que me assustam, e no final das filmagens de cada um desses projetos, eu estou muito mais completo como pessoa e como ator do que qualquer outra coisa que eu tenha feito antes.

 

Sobre experimentar com diferentes gêneros: Não é realmente uma estratégia. Mas eu achei muito prazeroso fazer algo tão diferente do que eu já fiz antes. Então quando eu tive a oportunidade de fazer uma séria Britânica muito legal, chamada Cuckoo, com uma ideia diferente do normal, um cara que vive no mundo da lua, foi estranho no começo. Mas quando eu aceitei, foi umas das melhores coisas. E com essa experiência, fui capaz de fazer o filme “Ridiculous 6” e “Scream Queens”. O mundo da comédia era algo muito novo para mim, mas definitivamente eu pude aprender muito mais sobre mim do que já conhecia. Para o futuro, eu não sei. Realmente não sei. Eu sinto que você não sabe de nada do que vai fazer em seguida até receber a proposta. Em seguida, instantaneamente você sabe que uma vez que você se deparar com ele, pode dizer: é exatamente isso que quero fazer. E realmente, eu não tenho certeza.

 

Sobre expor sua própria experiência em ser irmão mais velho em Run The Tide: Essa é a maior coisa que eu poderia falar: o relacionamento de Reymond e Oliver. Meu personagem é essencialmente uma figura paterna para Oliver, ele sacrificou metade de sua vida criando-o. Felizmente, não tive que fazer isso com minha irmã mais nova, porque temos dois pais incríveis. Somos muitos próximos e eu sou extremamente protetor com ela. Nós passamos por muita coisa juntos, então, sim, meu relacionamento com ela é uma das melhores coisas que eu poderia usar para dar vida ao relacionamento entre Rey e Oliver.

 

Sobre as importantes lições que ele tentou passar para sua irmã de 18 anos: Eu provavelmente daria  conselho sem saber. Ela recentemente terminou seus anos de escola secundária, e ela, como qualquer outra pessoa, tem que lidar com a pressão dos colegas ou dos grupos escolares, e com coisas consideradas além do legal. E eu sempre falo: Makena, as coisas que são consideradas legais no ensino médio, não serão legais para o resto da sua vida. Pode parecer estanho para você agora e provavelmente não vá acreditar em mim, mas os caras legais da escola ou as outras pessoas que pensam que são legais e fazem coisas estúpidas, não serão legais no resto da vida deles. Não vale a pena. Eu era aquele irmão irritante, ela provavelmente não queria ouvir isso.

capture-20161205-020941-crop

Sobre a viagem mais memorável: Nós não éramos uma família grande caindo na estrada, mas uma que me lembro, que é uma grande parte da minha vida, foi quando nos mudamos de Michigan para Los Angeles para eu seguir a carreira de ator. Eu acho que eu tinha 12 anos de idade e fizemos uma viagem pela estrada para fora de Michigan. Nós empacotamos tudo em um caminhão e dirigimos através do país até Los Angeles. Em questão de quatro ou cinco dias e meio que fizemos uma viagem, porque paramos em algumas cidades. Foi uma espécie de viagem monumental para a família.

 

Sobre seu filme de viagem favorito: Tommy Boy (Mong e Lóide). Ele é considerado um filme de viagem, certo? Então, absolutamente.

 

Via: Wonderwall.com