Dia: 3 de dezembro de 2016

tay-with-c

Será que temos um alguém ansioso para ser papai? Aparentemente sim! Em entrevista ao ET, Taylor Lautner contou que ”está muito animado para ter sua própria família”. Ele ainda fala sobre a sua relação com seus pais e seu amor incondicional por sua irmã mais nova  Makena Lautner. Apesar de confessar que ainda não está pronto para ser papai, Taylor admite que está ansioso para ter sua própria família algum dia.

Não é falta de óculos, não. É isso mesmo que você acabou de ler!

A estrela de Scream Queens se abriu com o Deidre Behar da ET enquanto estava promovendo seu mais novo filme, Run The Tide. Ele admitiu que certamente ainda não está pronto para algo tão sério como ser pai, mas que não vê a hora de começar sua própria família.

“Sim, eu absolutamente amo crianças” Diz Lautner “Então, algum dia, eu estou ansioso para isso”.

A paternidade é um tema muito explorado no novo drama de Lautner, e o ator de 24 anos atribui a seus pais da vida real por terem ajudando a informar o melhor jeito de fazer seu papel.

“Eu sou abençoado por ter dois pais incríveis e ser capaz de absorver isso”, explicou. “E então também tenho uma irmã mais nova que é o meu mundo.”

Parece que a proximidade de Lautner com sua família o fez perfeito para o papel!

Run The Tide se encontra nos cinemas e em On Demand.

CONFIRA O VÍDEO DA ENTREVISTA:

01_tlm_

Em entrevista ao site Metro.Us, durante a divulgação do filme ‘Run The Tide’, Taylor Lautner contou que não consegue guardar mágoas! Nosso ídolo têm o coração de ouro. Ele revela que uma da suas qualidades, é perdoar as pessoas facilmente. Confira a entrevista completa logo abaixo:

 

“Desculpe, Taylor Lautner diz que não tira mais a camisa se não houver motivos”

O ator de “Crepúsculo” e Constance Zimmer falam seu novo drama de sequestro “Run The Tide.”

No novo melodrama “Run The Tide”, Reymund (Taylor Lautner) cuidou de seu irmão mais novo, Oliver (Nicos Christou), enquanto sua mãe viciada, Lola (Constance Zimmer, “UnREAL”) esteve na prisão. Mas quando Lola está prestes a ser liberada, Reymund teme outro ciclo de abuso, e rapta Oliver para protegê-lo.

Lautner faz Reymund simpático como ele faz uma série de más decisões, enquanto Zimmer dá um desempenho pensativo como uma mãe que quer perdão. Conversamos com os atores sobre “Run the Tide”.

Constance, o que lhe agrada sobre ser uma mãe viciada em drogas saindo da prisão e tentando se reconectar com a família?
Constance Zimmer: [Risos]. Quando você diz isso assim! Eu nunca tive a oportunidade de interpretar um personagem como este que está quebrado, falho e procurando a redenção das pessoas que ela mais machucou e amou mais. Ela está despida de tudo – não apenas sua maquiagem e cabelo, mas emocionalmente também.

Taylor, Rey carrega um enorme peso nos ombros. Quais são seus pensamentos sobre o perdão, deixando ir, e as segundas chances?
Taylor Lautner: Eu não guardo rancores. Eu sou como um Golden Retriever: Me bata no rosto um dia e no próximo eu vou implorar para você brincar comigo. Eu perdoo muito facilmente. Eu acho que é uma boa qualidade. Todo mundo merece uma segunda chance. É isso que Lola está passando. O perdão é uma coisa positiva.

Taylor, Rey tem problemas com confiança dado o comportamento de Lola. Você está confiando?
Lautner: Eu costumo colocar paredes. Eu tendo a ter relacionamentos um entalhe mais lento do que o normal e certificar-me de que alguém está nele pelas  razões certas. Então eu abaixei as paredes e entreguei tudo.

Constance, que observações você tem sobre as escolhas parentais de Lola?
Zimmer: Os pais fazem escolhas para seus filhos que podem ser muito difíceis, mas podem ajudá-los no final. Ela quer dar Rey de volta a sua vida e ter de volta a sua vida. Ela precisa se curar com Oliver, que está sofrendo.

Taylor, você sente pressão para levar um filme como um homem importante após o seu sucesso de “Crepúsculo”?
Lautner: Com esse filme, eu não senti pressão; Foi um projeto de paixão para todos os envolvidos. A história é baseada fora da vida do escritor. Éramos uma equipe que queria contar essa história e tocar as pessoas.

E quanto ao seu status de galã e a propensão para exibir seu abdômen?
Lautner: Eu me encontro rebelado contra isso agora. Se não faz sentido para mim sem camisa, não vamos fazê-lo. Eu tenho feito muito disso no meu tempo. Eu não senti isso nisso.

Você também canta muito mal duas vezes no filme. Você é uma péssimo cantor?
Lautner: Eu sou o pior cantor que você conhecerá em sua vida. Mas eu amo uma boa noite de karaokê, mostrando minhas habilidades ruins.

Fonte: Metro US